Périplo /ˈpɛ.ɾi.plu/ pé.ri.plo (do Gr. períplous, pelo lat. periplu, circum-navegação) s. m 1 Navegação à volta de um continente, de um mar ou pela costa de um país. 2 Viagem em que se retorna ao ponto de origem. 3 Viagem turística de longa duração. 4 Descrição de uma viagem desse gênero.
5 Produtora cultural brasileira dedicada à realização de projetos de intercâmbio artístico

CONTATO

+55 11 2503-0179
+55 11 2503-0259
contato@periplo.com.br

ENDEREÇO

R. Afonso Celso, 69
Vila Mariana - São Paulo
04119-000

 

PROJETOS ANTERIORES

 

 

 

 

<Tadashi 70 anos

Maboroshi - Tadashi Endo
Maboroshi - Tadashi Endo Maboroshi - Tadashi Endo Maboroshi - Tadashi Endo Maboroshi - Tadashi Endo Maboroshi - Tadashi Endo Maboroshi - Tadashi Endo

Maboroshi - Tadashi Endo

Maboroshi – Sem forma; alma.
Em japonês, Maboroshi significa “seres sem forma”. As almas da humanidade. Todos os seres humanos têm corpo e alma. O corpo desaparece, mas a alma flui em algum lugar.
Será invisível?
Tadashi Endo tenta fazer visível o invisível com sua dança.

SOBRE O ESPETÁCULO
O principal tema de Tadashi Endo sempre é a morte.
Como é a face da morte? O que vem após a morte?
Há momentos em que Tadashi gostaria de morrer por alguns instantes e retornar para nos contar sua experiência e o que ele viu do outro lado.
MABOROSHI – Em japonês, Maboroshi significa “seres sem forma”. As almas da humanidade. Todos os seres humanos têm corpo alma. O corpo desaparece, mas a alma flui em algum lugar.
Será invisível?

Mortos também podem sonhar e apenas em seus sonhos podem nos contactar. É quando temos a sensação de que algo está no ambiente. Não sabemos o quê, mas podemos sentir. Alguns mortos nunca descansam em paz porque morreram de forma antinatural – por assassinato, tortura ou acidente. De novo e de novo eles aparecem como criaturas deformadas. São os não-mortos. Até que finalmente chegue a morte: um fantasma bonito e transparente. O fantasma é como o amor verdadeiro.

Quando Tadashi está dançando, uma atmosfera é criada que nos faz acreditar que não só o dançarino real está no palco, mas mas também ALGO em seu entorno (Maboroshi ou Fantasma). Todos experienciam este ALGO juntos: o público, o dançarino, o palco – enquanto há a dança, todos somos MABOROSHI.

SOBRE TADASHI ENDO
Bailarino de Butoh, coreógrafo, diretor do "MAMU – Butoh Center" em Göttingen Alemanha. Reúne em seu fazer artístico a sabedoria das tradições da dança e do teatro, Ocidental e Oriental, construindo um trabalho único e extremamente pessoal.

Iniciou seus estudos teatrais pelas formas tradicionais do teatro japonês - o Noh e o Kabuki - e posteriormente aprofundou-se no teatro ocidental, realizando estudos como diretor no Seminário Max Reinhardt em Viena.

Depois de ter viajado como artista solo por toda a Europa, apresentando-se junto a famosos músicos de jazz, ele conheceu, em 1989, Kazuo Ohno (criador do Butoh no Japão juntamente com Tatsumi Hijikata). À partir de então, os dois desenvolveram uma relação de estreita colaboração que se tornou a base para seu trabalho criativo atual.

Seu repertório de espetáculos inclui os solos: MA, SYNAPSIS, KARA DA KARA, TASOGARE, ONE-NINE-FOUR SEVE, IKIRU e recente Fukushima Mon Amour.

Desde 2002 desenvolve uma relação afetiva e criativa com o Brasil, onde dirigiu espetáculos do LUME Teatro e Bando de Teatro de Olodum, ministrou workshops e, através da Périplo produções, realizou turnês de seus espetáculos por diversas cidades brasileiras.

Entre 2008 e 2011 desenvolveu uma íntima parceria com a cineasta Dóris Dörrie. Participou e fez a preparação de dança do filme Hanami- Cerejeiras em Flor, e coreografou e dançou nas ópera Admeto de Georg Friedrich Handel e D. Giovani, de Mozart.

A dança de Tadashi Endo expressa a tensão entre ying e yang, masculino e feminino, e o movimento eterno entre ambos. A base de sua dança é o Butoh-Ma - o estar entre. Através de um mínimo de movimento ele alcança o máximo de tensões, sensações e emoções, e, dessa forma, seu trabalho consegue ser uma síntese entre teatro, performance, improvisação e dança.

FICHA TÉCNICA
Desenho de luz, figurino e coreografia: Tadashi Endo // Fotos: Marciej Rusinek // Produção Executiva: Gustavo Valezi // Direção de Produção: Pedro de Freitas // Distribuição e representação no Brasil: Périplo Produções

DURAÇÃO
60 minutos

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA
10 anos

DISPONIBILIDADE PARA APRESENTAÇÕES
De 01 de Maio a 12 de Junho de 2017.

DOWNLOAD DE FOTOS
Fotos em alta resolução, aqui

VÍDEO
Filmagem da estreia, aqui (Senha: gabICaro) - A edição da filmagem oficial ainda não foi lançada, uma vez que sua estreia foi em 21 de Janeiro de 2017. Este é um registro informal realizado na ocaisão.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Mapa de luz, aqui